quarta-feira, 14 de outubro de 2009

De olhos fechados




Falo contigo no silêncio da casa
de olhos fechados te vejo
presença intocável e doce
a quem pertencem os momentos do dia



*

6 comentários:

Duarte disse...

Que bonito!!!

"... presença intocável e doce..."

Quantas vezes esse estado hipnótico é o lenitivo que mitiga a dor!

Beijinhos plenos de afecto

Adriana disse...

Lindo!

Adorei maravilhosa!

Brancamar disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Brancamar disse...

Sempre um estado de alma sensível e tocante.
Poemas de amor e saudade.
Gostei muito.
Beijinhos.
Branca

Maria disse...

A capacidade que temos de inventar é infinita...
Provavelmente faço o mesmo que tu, de olhos fechados. Bem fechados. Até ver!

Beijo

. intemporal . disse...

. apesar de ... que sejam também dos momentos do dia, a intocabilidade do doce .

. na nostalgia de fluír . assim .

. um beijo meu, .

. sempre,

. paulo .