terça-feira, 17 de novembro de 2009

Fechado




Porque, por vezes, as palavras se fecham
em inexplicáveis silêncios,
amordaçando as memórias.



Obrigada a todos os que acompanharam o voo desta andorinha, agora de asas fechadas.

16 comentários:

Duarte disse...

Tive que dizer adeus às andorinhas de Santiago do Corgo, e às de Más Camarena; pássaros que admiro nesse voar constante pleno de alegria; esses voos acrobáticos e a fidelidade ao lar: mas esta andorinha que tanto cuidei, dentro do que me foi possível, que não imigre, não quero que corte essas asas, de penas aveludadas e trinos melancólicos, com tão bela carga de sentimentos, que voe... sem parar! Espero-te sempre.

Então também escrevi assim...

DESPEDIDA


As andorinhas já se foram embora
Também vou partir
Olhando esse mar que me cativa
Com a promessa de voltar
Quero-me sentir pegado a esse mar
Companheiro na solidão
Que me fez vibrar e sonhar
Que tanto me dá medo como consolo
Que me embalou sendo criança
Com o que brinquei depois
Alimento de algumas ocasiões
Que me arrolhou no amor
Corgo, Torreira, Madalena
Quiçá por ser o meu mar

Santiago do Corgo 1996

Abraço-te na esperança de que o sigamos fazendo, aqui, ou onde...

poetaeusou . . . disse...

*
Espero que voltes
na Primavera
que é sempre quando
a vontade quer,
,
pode ser amanhã ?
,
conchinhas, deixo,
,
*

~pi disse...

beijo, andorinha

[ que voes, azul,,,






~

Duarte disse...

Quero-te ver voar!...

As andorinhas parecem incansáveis e, sobre tudo, fieis.

Beijinhos

Brancamar disse...

Andorinha,

Passo para te desejar Boas Festas e deixar beijinhos.
Branca

Duarte disse...

Sei que imigraste mas também estou convencido que voltarás para deleitar-me com os teus trinos, e voos caprichosos: um prazer na contemplação.
Foste tu, sois vós, que me empurrais nesta bela aventura.
Tu foste quem me inspirou aquilo que dizes. O que a ti foi dirigido, foi fruto da tua sensibilidade e inspiração.

Sim, o nosso Porto é uma linda cidade, única!

Para ti também um Feliz Natal, um lindo Natal, que sejas imensamente feliz.

Um chi coração

Brancamar disse...

Querida Andorinha,

Que saudades que tenho de ti.
Revolto mais perto do Natal para te desejar que ele seja feliz.
Obrigada pelos teus votos e pelos parabéns. Nunca são atrasados, só passou um pouquinho da meia noite e eu quero estar de parabéns todos os dias.
Beijinhos.
Branca

poetaeusou . . . disse...

*
nas asas do vento
em desejos renovados
deixo,
vendavais de saúde
tempestades de amizade
marés de sereno carinho
e vagas de benquerenças
transportadas
no bico de uma gaivota .
,
maresias Natalícias,
ficam,
,
*

Duarte disse...

O tempo passa mas os amigos permanecem, invariáveis com o passo do tempo... se deixam boas vibrações.
Feliz Ano Novo, no qual se concretizem todos os teus projectos

Brancamar disse...

Passo pelo teu voo sempre razante à amizade e desejo-te dias bons, dias felizes.
Beijinhos
Branca

Duarte disse...

Desejo que estejas bem, quero que assim seja.
Foste a minha fonte de inspiração e quis vir aqui, uma vez mais, para deixar o meu agradecimento... com um beijo...

O Porto em nuvens

Cai a tarde, é inverno! Faz frio!
Reconheço-o pelos pássaros,
Cantam numa melodia retraída
Ocultos no crepúsculo cinzento.

No limite do céu, as nuvens. Chove!
Suspensas, imensas, em grandes copos;
Flutuam imponentes, não posso vê-la!
Entre brumas atinjo-a, abraço-me a ela.

Duarte disse...

Bom, considero que já descansaste bastante... sem pressão!

Beijinhos

Duarte disse...

Desejo que sejas muito feliz onde quer que estejas...
Beijinhos

Tod(as) palavras disse...

sempre voltam a voar.....

BRANCAMAR disse...

Beijos para uma andorinha que me marcou.

Branca

BRANCAMAR disse...

E mais uma vez passo para relembrar.

Beijinhos e que tenhas dias muito felizes.

Branca