terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Brilhos





Através das sombras
há brilhos que teimam em sobreviver,
pequenos reflexos de esperança.

Sinto-os quando te sei comigo, apesar de todas as distâncias.

*

8 comentários:

Maria disse...

Estou completamente de acordo...
Conseguimos "saber" tanta coisa, apenas porque sentimos...

Um beijo

Daniel Aladiah disse...

Há quem veja para lá das nuvens como se estas nunca estivessem entre...
Um beijo
Daniel

Duarte disse...

Que céu! Que Nuvens!

Concordo. Sei algo disso. Se faltassem esses brilhos, que seria de nós?!

As nuvens

Cai a tarde, é inverno!
Reconheço-o pelos pássaros,
Cantam numa melodia retraída
Ocultos no crepúsculo.

No limite do mar, as nuvens.
Suspensas, imensas, em grandes copos;
Flutuam imponentes, levíssimas.
Entre brumas atinjo a infinitude: o mar e o céu


Beijinhos..., do mar, meus

PreDatado disse...

Concordo. As sombras não são trevas, são uma escassez temporária de luz.

Vieira Calado disse...

O amor é indiferente às distâncias.
Mas a presença, é que é!...

Cumprimentos meus

poetaeusou . . . disse...

*
é no brilho
do pensar,
que se dissipam as sombras,
das nuvens reflexivas
do longe fazendo perto . . .
,
brilhantes conchinhas,
,
*

~pi disse...

.ali.

precisa-

-mente




beijo





~

delusions disse...

...



eu sei...



bjinho*
Sofia