terça-feira, 1 de janeiro de 2008

Naufrágio



Noite escura, tenebrosa,
vagas altas, incessantes,
o navio segue a custo
o seu navegar errante.
A tempestade aumenta,
cai a chuva em catadupas,
não se vê um palmo à frente.
Céu riscado pelos raios
das incertezas da vida,
os relâmpagos fazem crer
que a noite fechada é dia.
E, a cada ribombar
da terrível trovoada,
o navio fecha as asas,
feitas de espuma e esperança.
Lá longe, à sua espera,
existe um porto seguro,
mas é tão grande a distância,
tão difícil o caminho,
que o navio desespera
e chora, muito baixinho.
Ele bem olha, na crença
de encontrar barco amigo,
mas não há nada que vença
a tormenta do destino.
E, a pouco e pouco, desiste,
cansado de tanta luta.
Cada onda é mais forte,
para ele que está exausto.
Só lhe resta entregar-se
aos braços da sua sorte.
Como um último apelo
acende ainda uma luz.
Talvez haja alguém a vê-lo...
Nada! Só o bramido do mar
lhe responde.
E, nessa imensidão,
feita de vento e raiva,
o navio vai ao fundo.
Leva consigo aquilo que já sentiu:
o azul do céu a brilhar,
as gaivotas mergulhando
em busca de alimento.
O navio vai descendo...
Fica pousado na areia,
entre rochas e corais
e, no silêncio azul,
que finalmente o rodeia,
encontra o que nunca teve...
um leve vestígio de paz.
.
*Julho 2002

6 comentários:

Sophiamar disse...

Que a paz te acompanhe durante todo o ano de 2008.E que a alegria, a saúde, o amor nunca te faltem.

Beijinhossss

Bom Ano Novo

darkinha disse...

Desejo saúde, paz, algum dinheiro, algum sexo, algum strip, mais inteligência, mais honestidade, mais alegria e mais IRS (inicio de uma relação sentimental ou sexual)... boa sorte para este anos que sejas muito feliz e que todos os teus desejos se realizem especialmente aqueles que frizei lá em cima... bjs fofos e sinceros

multiolhares disse...

Nunca devemos nos entregar
Ás vagas
De repente a suavidade do mar chega
Um bom ano
Beijinhos
luna

poetaeusou . . . disse...

*
nunca evites o naufragio,
no amor
,
xi
*

Baby disse...

Que poema lindo e profundo!A Paz está em ti, procura-a, não te deixes sossobrar e poisar no fundo...
Estou a ouvir uma música lindíssima,(close your eyes) que toca no Barlavento...e é isso que te aconselho, fecha os olhos e sonha, as coisas acontecem sempre nos sonhos, da maneira que nós queremos.
Sê feliz em 2008!

Maria Luar disse...

Deixa ficar comigo a madrugada
É noite de lua cheia

abracinho

*
xi
*