domingo, 22 de junho de 2008

À nossa hora




Céu e mar fundidos na linha do horizonte
traineira solitária na imensidão
gaivotas em voo leve
a tua presença... sonhada.



*

8 comentários:

Vieira Calado disse...

O sortilégio do mar,
nas asas duma gaivota!
Cumprimentos

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota/traineira
em sonhos fundidos
,
conchinhas
,
*

Maçã com Canela disse...

Há sempre um barco perdido sem rumo no meio do mar, (Des)esperando pela chegada a terra...
Essa fusao de mar e céu é linda!

Um beijinho andorinha..

rosasiventos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
~pi disse...

abrir caminho:

a escrever no

mar


~

Multiolhares disse...

O mar na sua imensidão povoado
Por esses belos seres as gaivotas
beijos

Otávio disse...

Muito bom. Bela foto.

Beijos.

Adriana disse...

O mar e sua saberia!