segunda-feira, 30 de junho de 2008

Gaivota



Frente ao mar
sobrevoando rochedos
sou gaivota solitária
empurrada pelo vento
procurando o equilíbrio
... a ti.



*

9 comentários:

poetaeusou . . . disse...

*
é a ti
que te vejo planar
ao meu olhar
no mar, ao vento, aqui
,
conchinhas
,
*

Carla disse...

uma imagem de encantar...uma procura que todos partilhamos
beijos

Vieira Calado disse...

Agradável cheiro a maresia.
Boa semana para si.

Odilon disse...

...a ti, ...em ti, ...para ti, ...por ti. Feliz os que tem um ti para buscar o equilíbrio.

Otávio disse...

Lindo poema, linda foto. O mar até parece irreal.

Beijos

Daniel Aladiah disse...

Gaivota, andorinha... planando... esperando saber onde pousar...
Um beijo
Daniel

zeroz disse...

comentárioscomentárioscomentários...
Se estivesses a morrer de fome não comias a gaivota?

B.

Adriana disse...

Simplesmente belo!!

Brancamar disse...

Magnífico!
Adoro gaivotas. E que mar! E que texto!
Hoje perdi-me aqui pelos teus lados.
Espero ter oportunidade de voltar breve.
Beijinhos.