sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Poema à varanda




O sol, o mar, o vento,
o azul do firmamento,
gaivota em voo leve,
nuvem branca que se esfuma,
ondas franjadas de espuma.

Vai para ti meu pensamento.



*

11 comentários:

Duarte disse...

Gostei, e muito.

Poema breve, mas pleno de energia, como a que nos dá o vento e a água em movimento.
Olhar para esse mar, e ver essa espuma na cresta das ondas fustigadas pelo vento... dá arrepios!

Beijos

em azul disse...

Muito bonito!
Um voo suave e belo.
Obrigada

Um beijo
em azul

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Andorinha, belíssimo poema... Parabéns!
Beijinhos de carinho,
Fernandinha

Vieira Calado disse...

Mar e gaivotas também me inspiram.
Um abraço

r_ogeri_o disse...

muito simples muito bonito :)

Carla disse...

acompanho o ritmo do teu pensamento
beijos

Baby disse...

Conciso mas pleno.
O mar, o vento e o pensamento nas asas de uma gaivota...

Beijos.

Delfim peixoto disse...

Gosto destes saborosos momentos

Multiolhares disse...

"E os sonhos , fantasias,
de tempos já tão distantes
parecem quase reais."

Multiolhares disse...

Um excerto do teu poema a Irlanda

E os sonhos , fantasias,
de tempos já tão distantes
parecem quase reais."


Que estive agora a ler,e tudo o que escreveste
Muito verde, uma paz,um povo delicado
Sabes um bom pais para viver, desculpa a falta de acentos,
Mas ainda estou porcCa e os PC não têm acentos

desculpa o comentario acima, com o excerto do teu poema , cliquei antes de estar o comentario terminado

beijinhos

De Amor e de Terra disse...

Simples como a brisa
profundo como a imagem!
Gostei!!!Hei-de voltar!
Obrigada pela visita e votos.

Beijos

Maria Mamede